COMUNICADO: Golpe virtual utilizando dados da APCEF/MG está circulando. Não caia nessa!

0
516

Em denúncia recebida hoje (07), fomos informados que o CNPJ e outros dados cadastrais da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal de Minas Gerais, bem como suas regionais, está sendo utilizado para aplicação de golpes virtuais.

Em mensagem, a vítima é informada sobre a aprovação de um suposto empréstimo a ser realizado por meio online através da Associação. Além da mensagem, os golpistas encaminham um contrato falso, em nome da Caixa Econômica Federal contendo os dados de uma de nossas regionais.

A mensagem abaixo é um dos objetos da denúncia recebida pela APCEF/MG:

“Caixa Econômica Federal Emprestimo online Parabéns seu empréstimo foi provado. O valor aprovado é no valor de 15.000.00 em 48x de 426,00 . Para prosseguir para liberação de credito solicitamos documentação necessária rg , cpf , comprovante de residência e renda . O serviço que disponibilizamos para negativado , sem margem ou autônomo é o seguro fiança que assegura o cliente até o financiamento. O cliente pagando em dia seu carnê esse custo será reembolsado com juros e correção monetaria. Custo único 480,00 CNPJ : 17.299.090./0018-04”

Reiteramos que a Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal de Minas Gerais não realiza nenhum tipo empréstimo, e caso você receba qualquer mensagem de teor suspeito, como exemplificamos acima, verifique a sua veracidade entrando em contato conosco através de nossos canais oficiais:

? 3439-5000 (Atendimento pelo WhatsApp) ou ? atendimento@apcefmg.org.br.

Como não cair em Fake News?

Com o crescimento de fake news e golpes virtuais sendo aplicados em diversos segmentos, é cada vez mais importante se prevenir para não se tornar vítima dessas ciladas nas redes sociais. Existem alguns truques que podem ser aplicados em qualquer informação recebida de forma online e submetendo-as ao filtro do senso crítico. Confira as dicas:

Analise: Leia o texto com calma antes de compartilhar. Verifique se existem erros de ortografia e concordância, exclamações, textos opinativos, além de dados que não indiquem a fonte.

Fuja do sensacionalismo: Se o título lhe parecer exagerado ou no mínimo, algo improvável, ligue o alerta vermelho.

Confirme: Cheque se algum outro veículo exibiu a notícia ou se as entidades envolvidas já se pronunciaram sobre o assunto. Mas esteja atento: muitas fake news não são 100% mentirosas. Às vezes, um trecho é retirado de contexto ou uma matéria antiga é compartilhada como nova.

✅ Fique ligado nessas dicas e compartilhe esse texto com seus amigos e familiares para que não caiam nas ciladas dos golpes virtuais e das fake news.

Departamento de Comunicação APCEF/MG

Deixe uma resposta